Duplo profissional e Personal Trainer.

Somos umas Comadres de Nanos!

Somos umas Comadres de Nanos!

Crossfitters de Portugal cheguem-se lá aqui…

Como em tudo na vida, o crescimento rápido é perigoso quando não assente em bases sólidas. O Fitness e o CrossFit correm o risco de se tornar numa Torre Pisa (se bem que a sacana até se tem aguentado admita-se).

Este Post é maioritariamente dedicado ao CrossFit mas também se repercutirá no Mundo do Ginásio em geral. Apesar do CrossFit de momento ser o que mais próximo de mim se encontra por isso sinto que falo com maior conhecimento de causa.

Quero antes de mais, por temer ser mal interpretado, dizer que o CrossFit por cá tem subido de nível e de que maneira! Estamos francamente uns gatos/as e as performances só surpreendem pela positiva. Estamos todos de Parabéns!

cover

Contudo, há uns factores a ter em consideração, a meu ver.

O conceito de Box, ou ginásio de CrossFit, sempre foi algo informal. Não há pinderiquices como as saunas, banhos turcos, toalhinhas à tua espera na recepção. Caramba, nem espelhos há na Box… Supostamente para evitar o ‘narcisismo’ provindo dos treinos com o mero intuito estético. E se tens um Coach, não te auto-corrijas na direcção errada.

Na Box de CrossFit a malta junta-se e treina. Simples, right?

Suamos juntos e adoramos esta m#rda! Faz-nos sentir vivos. Até porque a cada dia estamos todos a trabalhar numa mesma tarefa. Claro com adaptações para cada indivíduo mas não deixa de ser uma simbiose feromônica (inventar palavras é uma arte).

E é mesmo nas feromonas que me quero basear. Tal como num dos meus filmes favoritos, os Doze Homens em Fúria, se não viste VAI JÁ, ‘fechamos’ uma média de 12 pessoas numa Box e fazemo-los passar por uma experiência deste tipo.

Douze hommes en colere Henry Fonda_126988

E Puff! Criam-se relações. Relações que se tornam muito fortes. Tão fortes que por vezes se desvanece o objectivo principal – o treino!

O objectivo desta m#rda sempre foi o TREINO! E o treino deve ser SAGRADO!

Comecemos por desabafar, então.

Colocámos as formalidades dos Health Clubs de parte, está certo, mas…

Existe muita tendência para trocar o ‘à vontade’ por ‘à vontadinha’. Deve existir DISCIPLINA. A disciplina que te ajuda a ter resultados… Mesmo que aches que não vais ser tão aceite se não fizeres aquelas piadolas espectaculares enquanto o Coach explica os exercícios, ou que estejas a fazer Open Box a um canto e a largar pesos exactamente na parte teórica mais ‘delicada’ para os outros.

Outra coisa…

A atitude de achar que já podemos opinar, com alguns meses de treino, por vezes até dias, tem de ser extinguida. E é engraçado que geralmente os mais experientes até estão caladinhos.

Existe um COACH e a sua palavra deve ser SAGRADA. Ele trabalhou para ali chegar.

Não tens de concordar com ele a cem por cento, bolas seria impossível, mas ali há UMA VOZ. A malta com background de artes marciais vai ser a que melhor entende este ponto.

Costumo dizer que se adicionava disciplina marcial ao CrossFit nacional e tudo correria muito bem.

Vejamos outro tópico de interesse.

Quem está numa box que me corrija. Já reparaste que TODAS as Boxes têm um número de malta que já andou pelo menos numas 2 ou 3 e saiu quase sempre por razões pessoais ?

Gossip

A Sandra levanta mais que TU!!!

Adoro que se criem amizades, adoro que se crie sinergia. Isso é um subproduto ou efeito secundário das horas que ali passamos. Eu sei, nada é mais forte que uma amizade! No entanto NADA no treino deve ser tomado como pessoal.

Se há quem não o saiba, vou dar uma novidade. Estamos TODOS a trabalhar para NÓS PRÓPRIOS. Não haver espelhos não significa que devas basear-te mais nos outros. Baseia-te em ti! Melhora-te a ti!

O povo português (e obviamente incluo-me) sempre teve muita dificuldade em dissociar o profissional do pessoal. Se alguém nos repreendeu no trabalho de uma forma menos boa ficamos socialmente afectados e vamos para casa dizer que aquela pessoa é uma filha da p… Mesmo que nos tenha repreendido porque chegámos meia hora atrasados e ainda fomos tomar um cafézinho (em chávena escaldada, what else).

NÃO LEVES A PEITO nada do que o Coach diga, quando a sua única intenção é melhorar o que estás a fazer.

Podes ter cinturão negro em Jiu-Jitsu Francês ou ser campeão Mundial do Halterofilismo do Barreiro mas quando estás a fazer uma aula estás na qualidade de aprendiz. Comporta-te como tal.

Por último… O Show-off!

Faz-te um favor. Não esbanjes mil euros  no melhor equipamento do mundo quando ainda tens um agachamento de 5 cêntimos.

Sou todo a favor de nos motivarmos através do estético, mas que seja apenas isso… Alguma motivação extra. Quando o teu rácio de estético supera o funcional… Perdeste a ideia do conceito do CrossFit.

Ainda me lembro quando fui com o meu carro ao mecânico há uns tempos e ele me disse que o grande problema do meu carro era a peça atrás do volante. Passado 5 minutos percebi que ele se referia a mim e ao bruto que sou a utilizar o meu pobre veículo. Mas é isto que sinto em relação às boxes também. Temos pérolas com que trabalhar, só nos cabe a nós cuidar bem delas.

7-things-to-consider-before-crossfit-leader-or-solo

O CrossFit é brutal! Amo treinar esta porra. Tenho feito amizades enormes através do CrossFit, que quero manter até ao meu último dia.

Vamos TODOS trabalhar para fazer disto algo tão grandioso que nos melhore a todos a qualidade de vida. Sempre foi disso que se trata.


 

Nota  – para quem não sabe… Nanos são os ténis mais utilizados no Crossfit, desenhados pela Reebok

nano5-blue-black-cherry-grey-th_1_1

Showing 14 comments

  1. Mais um
    Excelente artigo !

  2. Muito bom Bruno, fazia falta um texto destes! Muito bom mesmo

  3. Gostei do que li. Concordo com este modo de pensar. Até porque deveríamos aplicá-lo a quase tudo na nossa vida. Mas não vamos fugir do nosso tema e do que me anda a incomodar ultimamente: o comportamento das pessoas no ginásio. Olho à minha volta e penso e torno a pensar que razões as teriam levado a estar ali, a fazer não se sabe muito bem o quê ou com que propósito… Enfim… Mas o pior é a sua atitude face a quem está à sua frente nas aulas de grupo! Por isso, se me permites, faço minhas as tuas palavras, porque de facto o que falta a essa gente é alguma humildade, ou no mínimo vontade de aprender ou, até, de compreender minimamente o que estamos a fazer ao nosso corpo: “Podes ter cinturão negro em Jiu-Jitsu Francês ou campeão Mundial do Halterofilismo do Barreiro mas quando estás a fazer uma aula estás na qualidade de aprendiz. Comporta-te como tal.” Obrigada!

  4. Apesar da pouca experiência que tenho concordo totalmente quando dizes que numa aula estamos na qualidade de aprendiz (claro que o Coach ou o Mestre não).
    Tenho adorado o site e o canal, o seu trabalho deixa sempre a minha motivação a mil.

  5. É isso mesmo! =)
    Continua! =)

  6. Só é pena na minha zona não haver nenhuma box perto.. (Portalegre) Entretanto treino na rua com tudo o que posso, puro e duro! mas continuo solitário.. 🙁

  7. Antes de tudo deixa-me dar-te os parabéns pela forma como comunicas aqui no Blog. A forma como escreves é engraçada e muito natural.
    Relativamente ao tema não poderia concordar mais contigo. A minha Box é no interior do Health Club, e noto uma diferença brutal entre a sala de musculação e da box. O companheirismo, a amizade e as conversas naturais na Box, contrastam com a falta de humildade, ganância por ser melhor que o outro e os grupinhos organizados da sala. É um bando de meninos a ver quem tem a pila maior. Foi muito isto que me fez aderir ao Crossfit.
    Não tenho pachorra para ser olhado de lado porque sou mais gordo que os outros e não tenho braços definidos. Mas com o tempo e a idade entendi que a maior parte deles são pessoas com uma vida fora do ginásio não muito bem resolvida, que usam aquele espaço para se sentirem melhor e darem um boost na sua auto-estima.
    A malta do Crossfit é em regra geral malta porreira que está ali para o seu treino. Há entre ajuda, há uma competição saudável, mas claro está há sempre “O rei do Crossfit” que não concorda com o Coach, que acha sempre que o WOD é fraquinho e que tem de se inserir sempre o Snatch no WOD…

  8. Primeiro que tudo parabéns. Bom trabalho, não só em termos físicos, mas também pelas “prosas”.
    Concordo com a opinião sobre o ambiente das “Boxes”: não há cá lugar a mariquices, mesmo que nos possamos queixar de alguns “maus tratos”. Também acho que o Coach deve, de facto, reinar. A mim, como novato, prefiro mesmo que assim seja, com troca positiva de opiniões.
    Quanto aos “equipamento de mil euros /agachamento de 5 cêntimos”, é como tudo… se tens capacidade para usar do melhor, não vais usar o pior… E quando há marketing associado (vide caso da Reebok, até na fotografia aqui colocada) já se sabe como é.

  9. Subscrevo as tuas palavras, Salgueiro. Tenho treinado em casa, primeiro sozinho, agora também com a minha mulher e o meu filho.
    Não tenho pachorra para alguns ambientes de certos ginásios. Sei, agora, que aqui em Évora existe uma Box que será de confiança.

    Abraço, continua em frente!

    MP

Deixa um comentário