Duplo profissional e Personal Trainer.

Que raio de aquecimento fizeste tu?

Um dia destes, antes de me ir embora do ginásio reparei que um amigo meu estava numa posição um pouco estranha, todo curvado e com cara de quem tinha levado um pontapé nas jóias de família.

Claro, a minha vertente caridosa prontificou-se a perguntar o que se passava. Basicamente deu um jeito tal a aquecer que ficou cheio de dores e ‘minou’ todo o seu treino.

Ponto número 1 – deves ser gradual no aquecimento;
Ponto número 2 – Primeiro aprende o ponto número 1.

Sabes que mais… ao contrário do que possas pensar até agora, o problema dele não foi aquecer já com demasiado peso… muito pelo contrário. Creio que não preciso de dizer que sobes o peso gradualmente de facto, mas o sacana magoou-se a aquecer só com a barra mais leve… e agora hein?

Pois… às vezes o próprio tipo de exercício pode fazer dano…e não apenas a carga que lhe impões.

Aqueceu a fazer um ‘complexo’ de movimentos explosivos de halterofilismo. Movimentos esses que requerem uma explosão da anca bastante intensa. São obviamente dos melhores exercícios que podemos fazer para explosão/força, mas mesmo com pouco peso devemos trabalhá-los gradualmente.

O que recomendo então? Começar com coisas simples como jumping jacks, mountain climbers, corridinha, saltos de corda ou remo. Passar depois por alguns alongamentos dinâmicos e mais tarde trabalhar sim a técnica dos exercícios que pretendemos focar nessa sessão.

Deixa um comentário